Eu sei. Já vão começar a dizer que sou um portista falso, sou infiltrado dos mouros ou até pior: sou o novo Pedro Guerra. Até me dá voltas ao estômago só de pensar nas inimagináveis comparações intragáveis. Bem, mas antes de julgarem um gajo como eu, sócio à quase 22 anos, pensem primeiro se têm o mesmo número de anos de sócio e depois se realmente não terei uma certa razão no que vou aqui escrever.

André “Monstro” Silva – uma história de uma final

Chegávamos à final da Taça de Portugal, uma final que já nos fazia querer quebrar o jejum dos títulos. É a Prova Rainha de Portugal, a prova das provas, a única que, além do campeonato, dá ganas de vencer. Alguns acham que a Taça da Cerveja ou dos Correios é a melhor prova do mundo. No entanto, isso é história para outra crónica.

O Braga era um adversário forte, no entanto bastante vulnerável a uma equipa com o poderio do FC Porto. Já uma Liga Europa tinha sido ganha nas mesmas condições e os portistas esperavam afincadamente que a historia fosse, no mínimo, parecida. 
Entrávamos no jogo e passado um tempo já levávamos 2-o. Impressionante ir a perder para o intervalo. Nem sequer pestanejámos. O que faltava? O que viria? André “Monstro” Silva!

É verdade. No decorrer da segunda metade André Silva entrou e em meia dúzia de minutos empata o jogo. Mas isto dito assim até parece fácil. No entanto, aos 90 mais qualquer coisa fazer o empate com um pontapé de bicicleta? Eu não sei explicar a euforia desse acontecimento. Uma orgia de emoções boas com um nervosismo intenso do que viria a acontecer!

Foi então que os pênaltis chegaram para nos destruir. Derrotados e de cabeça baixa, saímos do estádio a chorar amargamente. Finalmente sentia o que um benfiquista andava a sentir a uma porrada de anos… Sabíamos que tínhamos ganho um novo ponta de lança, mas seria ele capaz de enfrentar um Play-Off da liga milionária?

O início de Época e o Carregar a Equipa às Costas

André Silva era o nome na cabeça de todos nós. Sabíamos que a época não seria fácil mas a verdade é que tínhamos muita fé que seriamos uma equipa cheia de vontade para escravizar tudo e todos e levar à vante a nossa grandeza. Quando sai a Roma no Play-Off, muitos desesperavam com a ida para a Liga Europa. Poucos acreditavam que iríamos conseguir. No entanto, André Silva e a equipa estavam lá. Empate a uma bola em casa e os pesadelos começavam. Palhaços da televisão portuguesa disseram que ia dar goleada em Roma. Visionários estes senhores. 3-0 para o FC Porto e uma lufada de ar fresco em termos financeiros. Sobreviveríamos mais uma época.

André Silva foi excelente, em destaque no arranque de época e assegurou-se como titular indiscutível. O que acontece quando um miúdo tem estas capas dos jornais todas? Subitamente, uma transformação iniciou-se. André “Monstro” Silva iniciou a sua metamorfose para André “o cepo” Silva…

André “o cepo” Silva

A epoca começava a alongar-se e o Benfica não saia da liderança. Empates atras de empates, erros atras de erros, golos falhados atras de golos falhados. Uma autentica desgraça. O cepo já não era mais quem nós julgávamos que era. O cepo era um cepo que ia para a seleção encostar as bolas para a baliza e depois chegava ao FC Porto e falhava redondamente. E agora sim, aqui começa a minha verdadeira opinião sobre este menino prodígio.

Depois de uma época em decadência, algum ignóbil olhou para o André Silva e decidiu dar 38M€ por ele. Graças a Deus vivemos num mundo onde qualquer um vale dinheiro. Porque um cepo valer 38€ é banal visto que se gasta 222M€ num indivíduo que nunca ganhou uma bola de ouro.

André Silva é um Marega. Não. Isso seria um elogio. (Agora é que vão ser elas…) André Silva é um…Renato Sanchez! Ok, se calhar não foi tão capa de jornais, no entanto o negocio é parecido. Vocês viram o último golo do André na seleção? A sorte que ele teve? É verdade que ele tem feito golos no Milan, mas já viram os golos que ele faz? Viram o primeiro jogo dele? Um desespero.

Acredito na vida tudo é possível e nunca saberemos quando um cepo poderá virar Hulk. Olhem para o Marega ou o Aboubakar. No entanto, a única utilidade do André “o cepo” Silva é na seleção. Porque por incrível que pareça, não há um ponta de lança melhor que ele…

[Total: 5    Average: 4.8/5]