Tristes, desiludidos e com muita azia. É neste momento o meu sentimento e com certeza de todos os portistas. Ver finalmente um livre marcado de forma quase perfeita e um guarda redes a encher os intestinos de estrume. Não se percebe como é que a bola não entrou. Mas é um guarda-redes que mesmo de massa cinzenta não tem muita, visto que chegou à flash interview a pensar que tinha sido derrotado.

Brahimi e Brahimi sem sucesso

Hoje não tivemos Brahimi, tivemos uma grande rotunda daquele lado do ataque. O Sérgio Conceição mexeu, mas na minha opinião mexeu erradamente. A opção devia ser Brahimi por Waris, em vez de Aboubakar. Mas falar no fim é fácil, e nós até marcamos. A verdade é que o VAR connosco não falha.

Penso que devemos aproveitar estes dias para pensarmos bem no jogo contra o Braga no Dragão. Há certos momentos de jogo a melhorar e criar alternativas. Sérgio Oliveira merece um lugar no onze e Brahimi merece um lugar no banco. As embrulhadas constantes dos últimos jogos foram demasiadas e hoje até Herrera voltou a ter uma consciência igual à que tinha com o Lorpategui o que deixou de fora todas as grandes exibições que tinha feito. Mas está perdoado, faltou Danilo. Reforço precisa-se!

A magia de Paulinho e a ineficácia dos atacantes

Acho que Paulinho já conquistou um lugar no onze. Realmente fez um jogo fantástico, apesar de se ter apagado na segunda parte. Os pormenores de passe, a velocidade e os movimentos são realmente de craque. É um mix de Óliver com Brahimi e isso torna o Paulinho num autêntico 10. Faz-me confusão ver um jogador destes com o 6, mas o número não diz nada, a não ser que sejas o Ederson.

Marega, Brahimi, Soares e Abou não enquadraram com a baliza os remates. E quando Alex Telles quase faz o golo, Felipe tenta mas nem nos piores pesadelos era previsível aquela bola não entrar. Dois defesas, portanto. O que diz muito do que os avançados fizeram. Movimentações boas mas falta de eficácia. Falhámos quando podíamos ter deixado um dos rivais a 4 pontos e outro com uma pressão enorme para vencer. Resta-nos 45min com o Estoril e tentar deixar os outros de rastos até lá.

A segunda volta não está a começar bem, será que vamos a tempo de injectar músculo e a intensidade que andávamos a ter?

[Total: 3    Average: 3.7/5]

1 Trackback