Benfica foi a Alvalade traçar o risco

O Benfica foi hoje à casa do histórico rival traçar a linha entre os dois clubes que vão disputar o Campeonato Nacional desta época e as restantes equipas. Com um verdadeiro banho de futebol, o Benfica provou esta noite que o Sporting não tem a qualidade necessária para estar no topo do futebol nacional.

Num Dérbi escaldante e cheio de golos, este Benfica demonstrou ter uma qualidade de transição ofensiva demasiadamente forte e rápida para a defesa lenta do rival. Este Clássico foi um verdadeiro encanto para todos aqueles que não são sportinguistas e mantém o nível de espetacularidade alta, depois dos jogaços da Taça da Liga.

Show do menino João Félix

Pois é, o jogador mais “lingrinhas” em campo, e com cara de puto, o João Félix, mostrou que neste momento já é muito mais que uma esperança, é uma certeza. E que jeito vai dar para a nossa seleção nos próximos anos.

Primeiro Golo

Mas antes mesmo da magia do menino, tivemos aos 11 minutos um excelente cabeceamento de Seferovic em resposta a um grande cruzamento de Grimaldo, dando vantagem ao Benfica. O avançado suíço mostrou mais uma vez porque é que o Benfica se deu ao luxo de dispensar Ferreyra e Castillo neste defeso.

Após o primeiro golo benfiquista, o Sporting abriu-se para tentar o empate. Contudo, muitas vezes a equipa do Sporting foi surpreendida pela velocidade dos avançados do Benfica. Num lance individual muito bom, João Félix rematou ao ângulo da baliza benfiquista. Ainda durante os festejos do jogador de apenas 19 anos, Artur Soares Dias consultou o VAR e viu uma falta de João Félix no início da jogada.

Segundo Golo e Sporting também concluiu

Contudo, calma que o show de João Félix na 1ª parte ainda não tinha terminado. Numa excelente desmarcação, à procura do espaço entre os centrais, Seferovic conseguiu com um bom passe isolar o jovem benfiquista, que com uma receção orientada, a fazer relembrar o Jonas, concluiu facilmente o lance.

Com o resultado em 2-0, a equipa sportinguista ainda conseguiu reduzir o resultado antes do intervalo. Nani viu muito bem a desmarcação de Bruno Fernandes e com um passe a “rasgar” permitiu que o melhor jogador do Sporting fuzilasse a baliza do Benfica com um remate fulminante.

Segunda parte | Sporting vs Benfica

A segunda parte acabou por ser mais do mesmo. O Benfica praticamente matou o jogo aos 47 minutos, quando Rúben Dias foi ao segundo andar e cabeceou para o fundo das redes de Renan. Um pouco mais tarde, novamente João Félix explorou o espaço concedido pela defesa leonina e sacou muito bem uma grande penalidade, que foi concretizada por Pizzi.

Já muito perto do final, o Sporting conseguiu evitar a goleada em casa e reduziu para 2-4 também de grande penalidade, a cerca de dois minutos do tempo regulamentar. Apesar de terem acabado o jogo com mais uma unidade, a equipa do Sporting não conseguiu fazer uma jogada de perigo nos últimos 7 minutos de compensação dados pelo árbitro.

O resto da época leonina

Com esta derrota e o mais que provável afastamento da corrida pelo título, o Sporting vai ter que se focar completamente nas meias-finais da Taça de Portugal, que vão ser também contra o rival.

Caso o Sporting queira salvar esta temporada, além de uma boa caminhada na Liga Europa, terá que obrigatoriamente ultrapassar o Benfica a duas mãos e, pelo que se viu hoje, o fosso de qualidade parece ser demasiadamente grande para que isso possa acontecer. Keizer, que já é assobiado, vai ter que tirar um coelho da cartola.

Gostou deste artigo? Por favor, compartilhe! E deixe o seu like no nosso Facebook! É muito importante para nós. Além disso, pode também, se desejar receber as crónicas em primeira mão, subscrever a newsletter (não fazemos spam).

[Total: 4    Average: 5/5]