Um FC Porto demolidor e inteligente

Um FC Porto demolidor e inteligente | Champions e Bessa num só

Ora bem, antes demais peço desculpa por ter estado ausente. Contudo, o apuramento em primeiro lugar na Champions deixou-me com uma alegria enorme. Tivemos tempo para tudo, fazer contas aos possíveis adversários, torcer por aqueles que queremos apanhar e rezar para não entrarmos naquele grupo mortífero de Inter e Liverpool. No entanto, estamos uns tubarões, assim como Sérgio Conceição disse. Vamos lá aos factos.

FC Porto adormeceu com inteligência

Entramos apurados em campo, assim como o Schalke. Então, todos contavam com um jogo de gestão. No entanto, a equipa alemã queria mesmo levar os três pontos, pelo menos nos primeiros 15 minutos de jogo. O FC Porto estava desconcentrado. mas sem criar calafrios. Nas bancadas, o ambiente era intenso e muito desportivo.

Vendo isto, Sérgio Conceição foi fazendo ajustes e o FC Porto cresceu. Começou a ser inteligente a controlar o jogo e a ter 2 ou 3 ocasiões de golo. Uma delas num remate mortífero de Marega, nem parecia ele, e a defesa de 20 valores do guarda redes do Schalke. Íamos dominando e criando perigo mas não conseguíamos matar. Fomos para a segunda parte e preparamos o desfecho.

Depois da soneca, veio a demolição

Entramos na segunda parte ao som de um novo cântico do Schalke inventado a partir da nova música do FC Porto. Estava fantástico o Dragão e a equipa percebia isso. Foi aí que o espetáculo entrou.

Começávamos a ver um jogo onde os alemães não saiam do galinheiro e o FC Porto enchia o olho. Corona e Óliver como comandantes de um futebol alegre e ativo, com velocidade e variedade. E foi mesmo deles o dois que veio o primeiro golo do FC Porto. Corona vai bater um canto, tipicamente pertencente a Alex Telles e coloca na perfeição a bola em Óliver, que sozinho enchia o pé mas perdeu o timing. No entanto, o génio desfez um adversário e colocou a bola com precisão na cabeça de Eder Militão. 1-0 para o FC Porto em menos de 10 minutos da segunda metade.

Não foi preciso mostrar muito mais para ver o segundo. Corona endiabrado parte da direita, tabela com Brahimi que ainda não percebeu que ao primeiro toque é que ele joga bem e Corona faz o 2-0. Merecido! Tem estado brilhante o Mexicano e com o protagonismo todo. Além disso, este perto de bisar! Numa das muitas jogadas estudadas do FC Porto, um livre onde outra vez Oliver coloca a bola picada por trás da barreira e Corona por pouco, de primeira, falha o 3-0. Mas não abalava a equipa.

Um domínio com olho no Bessa

Caminhávamos para o fim do jogo e havia muita animação dentro e fora de campo. No entanto, a 10 minutos do fim, Schalke usufrui de um pénalti e o FC Porto poderia tremer. No entanto, o que aconteceu foi Marega fazer o 3-1 mesmo ao cair do pano. Dando a machadada final no jogo.

A dias de uma visita sempre difícil ao Bessa, o FC Porto prepara-se para a 10° vitória consecutiva. Está a trabalhar de uma forma fantástica e ninguém quer deixar de apoiar. O FCP pediu que os adeptos tivessem um comportamento exímio e deixassem a pirotecnia em casa. Veremos se há cumunhão. A única coisa que eu peço a Sérgio é Brahimi no banco. Otávio merece, de que estás a espera Conceição?

Gostou deste artigo? Por favor, compartilhe! E deixe o seu like no nosso Facebook! É muito importante para nós. Além disso, pode também, se desejar receber as crónicas em primeira mão, subscrever a newsletter (não fazemos spam).

[Total: 2    Average: 5/5]