Limitação de Jogadores Estrangeiros

A notícia chegou-nos de Inglaterra. A Federação Inglesa de Futebol tinha um plano para limitar o número de estrangeiros por cada clube. Uma das grandes mudanças passaria dos atuais 17 permitidos pelos regulamentos para 12. Se a proposta passasse, apenas 7 dos 20 clubes que disputam a Premier League escapavam: Crystal Palace e Wolverhampton (12 cada), Southampton (11), Everton (10), Cardiff City (7), Burnley (6) e Bournemouth (5).

Barclays Premier League

Barclays Premier League

Caso a norma fosse aplicada, cinco clubes ficavam em sérios apuros. Manchester City com 17 estrangeiros no plantel seria obrigado a cortar 5. Tottenham, Brighton, Huddersfield e Watford também têm 17 jogadores estrangeiros, seguidos de Chelsea, Liverpool, Fulham e West Ham com 16, Arsenal 15, Manchester United e Newcastle com 14 e Leicester com 13.

Esta ideia surgiu como consequências do Brexit e visava aumentar o valor de mercado dos jogadores ingleses, obrigando os clubes a apostarem mais nos jogadores formados em Inglaterra. Num dos últimos fins-de-semana, apenas 62 ingleses foram titulares num universo de 220 jogadores. Por exemplo o Wolves do NES já tem no plantel Rúben Neves, Diogo Jota, Rui Patrício, Rúben Vinagre, Hélder Costa e Ivan Cavaleiro.

Entretanto, numa reunião havida há dias os clubes reagiram contra a sua Federação e vetaram simplesmente a entrada desta imposição ficando o assunto, para já, esquecido.

Equipas Liga NOS

Equipas Liga NOS

Por razões económicas, também seria útil elaborarmos um regulamento para reduzir o número de estrangeiros a que os planteis da Liga NOS se habituaram. Vejamos o quadro seguinte. Só nos 3 grandes contamos 65 jogadores não nacionais!

Contraste Jogadores Estrangeiros vs Portugueses

Contraste Jogadores Estrangeiros vs Portugueses

Como resultado desta política, os Custos com Pessoal no nosso clube atingem 60% dos Custos Totais acrescendo ainda os valores das aquisições dos Passes.

Custos com pessoal no clube

Custos com pessoal no clube

É um pecado antigo do nosso Clube não aproveitar mais os jogadores das escolas de formação e estarmos sempre “obrigados” a recorrer ao mercado externo. Depois ficamos muito admirados quando nas convocatórias para a seleção só temos 1 ou 2 atletas. Até à próxima.

Gostou deste artigo? Por favor, compartilhe! E deixe o seu like no nosso Facebook! É muito importante para nós. Além disso, pode também, se desejar receber as crónicas em primeira mão, subscrever a newsletter (não fazemos spam).

[Total: 1    Average: 5/5]