É com profundo desgosto/desagrado/desencanto e mais coisas com o prefixo ‘des’ que constato que o meu clube, aquele que não pôde contratar ninguém por causa da treta do fair-play financeiro, chega aos clássicos quer frente ao clube do regime, quer frente aos calimeros e depois dos noventa minutos em que demonstra ter mais futebol, mais garra, mas qualidade, enfim mais tudo e… Não ganha! 

Ok, frente ao clube do regime sabemos bem porque não ganhamos, não é meu “querido” (à falta de melhor palavra insultuosa) VAR??



Mas, agora frente a ‘labregos’ (palavra trazida a público pelo Presidente Calimeros) atacamos mais, rematamos MUITO mais, não permitimos quase que o Bas ‘Poste’ Dost toque na bola e chegamos ao fim e não ganhamos só podemos mesmo é ficas com ‘azia dos diabos’ como diria o Herói Conceição…

Como o futebol (ainda) não é uma ciência oculta, penso que em algumas coisas podemos fazer diferente nestes jogos e como temos ainda mais três joguitos frente a Coentrões e companhia está época pode ser que dêem jeito certas dicas:

  • Brahimi, eu sei que gostas de rotundas e que provavelmente até ganhas à comissão por cada drible que fazes mas por favor meu menino quando passares pela centésima terceira vez pelo Piccini não voltes para trás para tentar tudo de novo… Sabes que os amarelos que sacas aos adversários não contam para o resultado pois não?!;
  • Marega, não te deixes afetar pelo oxigenado do Coentrão porque se quiseres tirar de esforço sempre que ele abre a boca para dizer m$#¥%, então tens de fazer horas-extra… e já agora quando estiveres perto da baliza tenta (nem que seja uma vez por favor) levantar a cabeça a ver se tens algum colega em melhor posição antes de em vez de rematares à maluca à procura se sorte divina…;
  • E já agora (esta é para quase todos) se tivermos um penaltizinho tentem fazer como o miúdo novo, um tal de Waris… não é pedir muito pois não?
[Total: 4    Average: 4.5/5]