Militão está mesmo connosco?

Aí está um dos grandes problemas em fazer um negócio para a venda de um jogador em janeiro, mas que só sai do clube no início de julho, pois a equipa conta com o seu desemprenho desportivo. É verdade que Éder Militão vai-nos render cerca de 50 milhões de euros em julho, mas outra é que o craque brasileiro pode já ter a cabeça na capital espanhola há várias semanas.

Antes deste negócio mais que provável para o Real Madrid, Éder Militão era sem dúvida nenhuma o melhor defesa a jogar no nosso Campeonato, surpreendendo pela sua capacidade física. Ninguém consegue ganhar na velocidade a este rapaz! Mas e agora? Festas até às tantas da madrugada a menos de 24 horas de um jogo importantíssimo para o Campeonato Nacional?

Por favor não sejas um Carcela

Pois é meus caros amigos, Militão com um contrato de loucos garantido no Real Madrid parece que já está mais numa de festejar este salto na carreira e deixar para segundo plano aqueles que são os objetivos do FC Porto para esta temporada.

O resultado é que, nesta altura tão decisiva da temporada, vemos Sérgio Conceição a ser obrigado a dispensar Militão no jogo contra o Tondela, pois o jovem brasileiro achou que poderia ser uma boa ideia ser apanhado numa discoteca no centro do Porto a beber até às tantas da madrugada para celebrar os anos de um amigo.

Agora questionem-se se a contratação de Pepe foi assim tão inocente ou não. Estariam os responsáveis pelo FC Porto à espera de um potencial “relaxamento” do nosso melhor central? Se estavam ou não, não sabemos, mas apenas que Pepe já vai ter que entrar para substituir um jogador que ontem à noite se inspirou nos grandes profissionais chamados Carcela e Taarabt.

Vai Sérgio Conceição segurar o balneário?

Temos agora que aguardar pelo jogo decisivo contra o Braga, na meia-final da Taça de Portugal, para percebermos como o nosso treinador vai lidar com esta situação muito complicada, principalmente no seio de um balneário coeso e forte como é sempre foi do FC Porto.

Lembramos que, em outros tempos não muito longínquos (Baia, Jorge Costa, Fernando Gomes, etc…), qualquer sinal de falta de profissionalismo no balneário do FC Porto significaria uma exclusão por parte dos colegas até que este provasse que estava genuinamente com a equipa até ao fim. Mas será que é isso que vai acontecer com Éder Militão?

Um jogador de apenas 21 anos a poucos meses de cumprir um dos seus sonhos, chegar ao Real Madrid, terá a seriedade de respeitar este enorme clube que o catapultará para o topo do futebol mundial? Para bem do FC Porto esperemos que sim, mas o nosso técnico vai ter que ter pulso firme para gerir a situação.

Gostou deste artigo? Por favor, compartilhe! E deixe o seu like no nosso Facebook! É muito importante para nós. Além disso, pode também, se desejar receber as crónicas em primeira mão, subscrever a newsletter (não fazemos spam).

[Total: 2    Average: 5/5]