A paragem do FC Porto | Contra-tempos

A paragem para as seleções foi um motivo forte para o FC Porto poder reclamar. Vimos reduzido o número de jogadores em setores que por si só já estavam debilitados.

Muitos se orgulham das seleções e querem participar nelas a todo o custo. Mas isso não faz dos jogadores perfeitos racionais. A seleção é bonita, mas não é para lesões…

Primeira paragem do FC Porto com copo meio vazio

Precisávamos desta paragem e ninguém diz o contrário. No entanto, foi um copo meio vazio. Era importante olhar para trás e perceber o que foi feito de errado. Perceber porquê que erramos e onde tínhamos de melhorar. Herrera foi exemplo. Pediu dispensa da seleção e deu o alerta de capitão: precisamos de voltar a ser o que éramos.

É incompreensível a derrota com o Vitória e ainda hoje penso nela. Deixarmos os rivais rirem-se de nós foi algo feio de se ver. Agora partimos em desvantagem para o jogo na Luz. Será isso confortável?

Com base nos erros e na tentativa de construir sobre eles, vemos dois jogadores importantes (um para fazer rodar a defesa e outro psicologicamente importante), a ficarem lesionados. O Nigeriano até parece que não é grave, já Aboubakar… Acabamos por ter um copo meio vazio. Apesar que a lesão de Aboubakar nem me preocupa muito. Pode ser que outros apareçam.

E agora depois da paragem do FC Porto?

Bem, já vimos paragens que nos deixaram muito mal e paragens que nos deixaram muito bem. O Sérgio Conceição sabe o que faz mas este ano sabe ele o que faz?

O FC Porto da era Conceição deu-se a conhecer como um FCP demolidor. Que fazia sempre estragos e carregava sempre no acelerador. Era um FC Porto com garra, crença e não adormecia. Mas esta época, algo mudou. Será que Sérgio quer dar uma lição à direção? Será que Sérgio quer uma equipa com mais físico no fim do campeonato? Afinal, o que queres tu Sérgio?

Arrancamos o campeonato da melhor maneira. Com Supertaça no museu e o Chaves com 5-0. Não seria de esperar demolição? Sim, mas em Belém… E depois com o Vitória… E com o Moreirense… Foi tudo a ajudar para esta paragem ser um sonho. Mas será que vai ser mesmo um sonho?

[Total: 2    Average: 3/5]