Chega o momento mais triste do futebol. O momento onde os fins de semana ficam sem interesse. O momento em que levámos a namorada a jantar em qualquer dia do fim de semana. O momento em que as tardes de domingo tornam-se um tédio descomunal. O momento em que as seleções jogam… Este é o momento mais triste do futebol: a paragem para as seleções. Se não sabes onde ver esta desgraça, consulta AQUI onde ver o jogo online!

Portugal vs Arábia Saudita

Nem tudo é mau nesta galhofa dos amigáveis.

Fernando Santos, engenheiro do Penta, engenheiro do Euro e arquiteto do Mundial, consegue ter mais cursos que o Sócrates. Posto isto, o nosso selecionador decidiu “abrir portas”, ou expectativas, a alguns jogadores que provavelmente não vão ingressar nos convocados da seleção. Salvo grandes exceções que podem mesmo ingressar nos escolhidos e partirem para a Rússia.

José Sá

O guarda-redes do Futebol Clube do Porto está em alta depois da sua primeira aparição ter sido algo nervosa. Ganhou o lugar na baliza à lenda, Iker Casillas e deixou todos pasmados. No último jogo frente ao Belenenses esteve em grande com duas espantosas defesas. Antes já tinha segurado a vitória frente ao Leipzig. Com total naturalidade, é o principal candidato a assumir a baliza pelo menos num dos amigáveis. Com elevadas expectativas, José Sá pode bem ser a alternativa mais forte a Rui Patrício. Vamos ver o que sai dali.

Os gajos que eu nunca ouvi falar

Edgar Ié, Ricardo Ferreira, Kévin Rodrigues e Antunes. Surpresas nas convocatórias. Não é que não saiba quem são estes artistas, mas é uma forma de premiar o cansaço dos habituais selecionados e dar-lhes uma folga. Destes 4, a probabilidade de ingressarem para o mundial é 0. Por isso nem vale a pena estar a perder tempo a falar deles. No entanto, na defesa temos outros que com certeza vão dar que falar. Ricardo Pereira é o nome que mais soa nos ouvidos portugueses. Depois das grandes exibições feitas ao serviço do FC Porto, Ricardo é possivelmente o candidato mais forte a agarrar um lugar na defesa de Portugal. Nelson Semedo e João Cancelo também têm estado em grande, mas o passado deles pelos clubes portugueses pode arruinar as suas expectativas…

A Balbúrdia do meio campo para a frente

Todos nós já sonhamos com certas coisas que julgamos ser impossível. Os Benfiquistassonharam ver o clube ganhar alguma competição Europeia, os Sportinguistassonharam em ser campeões e os Portistas…bem, estes já concretizaram todos os sonhos. No entanto, nunca ninguém sonhou ver Rúben Neves a trinco, João Mário e Bruno Fernandes como acompanhantes de luxo do menino criado no FC Porto. É talvez a única coisa que me vai fazer ver a seleção na sexta-feira. Porque se estes três jogarem no miolo, podemos ter muita magia a sair dali. Os três merecem estar no mundial. Rúben tem feito excelentes exibições e está na boca do mundo. João Mário é um craque e Bruno Fernandes…bem, todos sabemos como é que este senhor joga. Acho que era um excelente teste apostar neste miolo, até porque a seleção ganhava logo mais audiência.

No ataque, pouco importa

Na frente de ataque, as surpresas não param. Gonçalo Paciência, Gonçalo Guedes e Bruma são novidades. Os malandros dos 3 mosqueteiros vão tentar tirar o lugar a Ronaldo, Quaresma e Nani. Completamente possível, especialmente se todos juntos desejarem ir passar o verão em Miami e esquecerem-se subitamente que há um mundial para jogar. Tirando isso, estes 3 podem esquecer qualquer mundial. No entanto, vai ser engraçado ver “o Dumbo” de volta e o Paciência a tentar fazer golos. Já ver o Bruma vai ser só triste.

[Total: 0    Average: 0/5]