O Crónicas da Bola e o Álvaro Dentro dos Campos juntaram-se. Falamos com Felipe Ryan e pedimos para ele nos dar a honra de entrevistá-lo. Foi aceite, e ficamos muito felizes por darmos hoje a conhecer a entrevista já realizada.

Quando é que começaste a jogar futebol e como é que surgiu essa paixão?

-Eu comecei a jogar futebol desde pequeno no Brasil, na rua com os meus amigos porque o futebol era uma forma da gente se desviar dos maus caminhos . Depois com 10 anos de idade eu vim morar para Portugal é aqui comecei a jogar futebol na formação.

Foi muito difícil trocar o Brasil por Portugal ? E quais as principais diferenças e dificuldades que encontraste ?

-É sempre difícil mudar de país , ir pra um lugar aonde é tudo novo mas a minha mãe estava em Portugal a 4 anos e então o objetivo era ela se estabilizar e conseguir me trazer a mim e ao meu irmão e foi o que aconteceu .. quando chegamos aqui era tudo novo, fomos ao shopping, vimos escadas rolantes (nunca tínhamos visto só na TV) então era tudo novo a gente ficava impressionado, mas depois a gente nota muitas diferenças ficamos mais velhos as saudades da nossa família que ficou lá aumentam. Mas felizmente conseguimos adaptar-nos bem também o facto da língua ser parecida ajudou bastante, agora as maiores dificuldades foram mesmo ter que deixar nossos amigos e a família no brasil.

Que escolhas difíceis tiveste de fazer ao longo da carreira?

-Ainda sou jovem mas desde de cedo tive que estar longe da família pra poder jogar em clubes longe de casa a procura sempre de coisas melhores , está longe da família em lugares aonde não conhecemos ninguém e não temos ninguém perto é complicado mas são escolhas e temos que arriscar, futebol é sempre imprevisível hoje estamos num lugar amanhã já não estamos as coisas acontecem muito rápido então temos que sempre estar prontos para tudo.

Alguma vez pensaste em chegar às meias finais da taça de Portugal ?

-Para ser sincero no início o que a gente mais quer é desfrutar e aproveitar até porque nosso objetivo principal sempre foi o campeonato mas com o passar dos jogos a gente vai se apercebendo da qualidade do nosso plantel e vamos ficando cada vez mais confiantes e a partir do momento que conseguimos provar que é possível eliminar nos equipas teoricamente superiores começamos a acreditar mais e sempre desfrutando dos jogos mas sempre com responsabilidade, e graças a isso estamos nas meias finais e nunca se sabe o que pode acontecer , continuaremos a sonhar.

Como é o ambiente no balneário do Caldas ?

-É um ambiente tranquilo de muita amizade , trabalho e principalmente muita humildade

Se pudesses escolher um jogador para se juntar à equipa qual seria ?

-*risos* escolheria a continuidade do apoio dos nossos adeptos , eles são nosso 12 jogador.

Então vou reformular a pergunta *risos*. Se pudesses escolher qualquer jogador para se tornar o 13° jogador do Caldas, Qual seria ?

-Mais adeptos ainda *risos*

*Voltando à entrevista*como estão a lidar com o apoio de tanta gente num clube tão nobre como o Caldas ? Tens o sentimento que conquistaram os corações de muita gente e se tornaram um novo caso “Beira-mar” ( por arrecadar milhares de apoiantes por ser um clube humilde a lutar por grandes objetivos)?

-Eu acho que é muito bom haver a involvencia do clube e cidade , o Caldas é um clube humilde com pessoas humildes e merece todo esse apoio pelo que fazem pelo clube e também com esses feitos estamos a conseguir levar o nome das Caldas a voos altos e assim as pessoas podem ficar a conhecer melhor a história dessa cidade que também é algo bom, E é bom ver que muitas pessoas estão felizes com o que estamos a conseguir mesmo pessoas que não são daqui e nos incentivam de longe é algo muito bom e gratificante pra nós obviamente.

Qual o clube que apoiavas em criança (No Brasil e em Portugal )?

-No brasil cruzeiro e em Portugal o Benfica .

Em termos futebolísticos, quem é que podes considerar um “Ídolo”?

-Neymar .

Qual era o teu clube de sonho?

-Real Madrid.

Para ti qual seria o maior prêmio individual que poderias receber ?

-Nesse patamar ainda é difícil ter esses prémios mas quem sabe um dia mais acima conseguir ser melhor jogador da liga.

Para ti qual é a melhor liga do mundo?

-Premier league.

A derradeira questão, Messi ou Ronaldo? *risos*

– Os dois são dos melhores exemplos do mundo é referencia para todos que jogam futebol por isso eu não tenho preferência

Qual é o teu maior sonho?

-Ser jogador profissional.

Achas que hoje em dia os futebolistas seguem demasiado o dinheiro e deixam o amor à camisola e o coração de lado?

-Eu não sei o que vai na cabeça de cada e penso que isso são opiniões e cada pessoa tenta decidir o que acha melhor pra ele naquele momento porque futebol são momentos e temos que aproveitar porque passa tudo muito rápido.

Tens algo a dizer sobre o “estado” atual do futebol?

-Absolutamente nada

Queres agradecer a alguém em especial?

-Agradeço as pessoas que têm sempre me apoiado e a todas pessoas envolvidas na minha vida.

Qual foi para ti o momento mais importante da tua carreira, e o golo mais importante que marcaste na tua opinião?

-O momento mais importante não sei porque ainda o melhor estar por vir mas talvez o mais marcante foi a nossa passagem as meias finais da taça até agora. Só sei que ainda estou para marcar esse golo *risos*

Para finalizar, quais são as tuas expectativas no que toca a esta temporada. E a nível individual, as expectativas para um futuro mais alargado.

-Espero que consigamos a manutenção no campeonato o mais rápido possível e na taça chegar a final no Jamor . E individualmente espero que consiga marcar golos e fazer assistências pra ajudar a equipa a ganhar jogos e quem sabe conseguir dar o salto e sairmos todos valorizados no fim.

Bem, espero que tenhas gostado da entrevista e do tempo passado connosco, porque eu adorei. As maiores das sortes para o futuro, e #QueremosOCaldasNoJamor

-Sim gostei muito obrigado, desejo tudo em dobro. Um abraço.

[Total: 12    Average: 4.4/5]